Cintilografia da Tireóide

O que é o exame?

O exame consiste em avaliar a captação e a distribuição dos traçadores tireoideanos pelo parênquima glandular. Os traçadores variam de acordo com a necessidade e a sua disponibilidade e podem ser utilizados o Iodo 131, Iodo 123 ou simplesmente o Pertecnetato de Sódio ( 99mTco4-). O estudo analisa a presença de nodulações, bem como o comportamento funcional e metabólico das mesmas, inferindo diagnóstico diferencial entre a presença ou não de malignidade, auxiliando na decisão da intervenção cirúrgica. Avalia-se ainda o funcionamento global da glândula que pode ser normal, aumentado ou diminuído.

Para que serve o exame?

As principais indicações são:

  1. Avaliação anatômica da tireóide.
  2. Avaliação do hiper e do hipotireoidismo.
  3. Análise do comportamento funcional dos nódulos para possível diferenciação de malignidade.
  4. Cálculo da captação glandular ao radioiodo.
  5. Detecção de nódulo autônomo.
  6. Detecção e localização de tecido tireoideano ectópico.
  7. Avaliação das tireoidites.

Diagnóstico de cisto tireoglosso.

Preparo para o exame

Recomenda-se que o paciente evite o contato e a ingesta de iodo no seu dia a dia.

Preparo específico será enviado na marcação do exame.

Orientações Adicionais

Não é realizado em mulheres grávidas. Caso haja qualquer suspeita de gravidez, é necessário realizar a dosagem de Beta HCG (teste de gravidez) .

Recomenda-se trazer exames relacionados (ultrassonografia, ressonância, tomografia

computadorizada, laboratoriais). 



Publicado em: 20/02/2018 | Textos relacionados | Página principal

Endocrinologia

Antes de realizar seu exame, leia as informações sobre os procedimentos e preparos que antecedem os exames!


Demais Especialidades: